❝ Vá sempre além do que é esperado ❞

App da Microsoft revela se PCs estão protegidos contra Meltdown e Spectre

App da Microsoft revela se PCs estão protegidos contra Meltdown e Spectre
16 fev 2018

Serviço gratuito Windows Analytics pode ser aliado valioso para empresas ao informar se PCs com Windows 7, 8.1 e 10 foram atualizados contra falhas de CPU.


O serviço gratuito Windows Analytics, da Microsoft, agora escaneia PCs corporativos com Windows 7, Windows 8.1 e Windows 10 e revela se eles foram atualizados para se protegerem contra potenciais ataques que explorem as vulnerabilidades de CPU Meltdown e Spectre.

As novas habilidades do chamado Upgrade Readiness, do Windows Analytics, foram anunciadas nesta semana pelo VP de software da Microsoft, Terry Myerson. O executivo chamou as vulnerabilidades em questão – descobertas por pesquisadores de segurança do Google e reveladas aos fabricantes no meio de 2017 – “de um novo desafio para todos nós” porque elas estão no silício e não no software.

“Adicionamos novas funcionalidades ao nosso serviço gratuito Windows Analytics para informar o status de todos os aparelhos Windows que são gerenciados por profissionais de TI”, escreveu Myerson em um post no blog da empresa de Redmond.

O Windows Analytics, na verdade, é um nome geral que engloba três serviços separados – Upgrade Readiness, Update Compliance e Device Heath. Todos eles usam dados coletados pela Microsoft nos PCs com Windows. Vale notar que o Windows Analytics é um benefício para a licença Windows Enterprise, e por isso só está disponível para os usuários dessa edição do sistema e oferece insights apenas para dispositivos que rodam uma Enterprise SKU (stock-selling unit), como Windows 7 Enterprise ou Windows 10 Enterprise.

O Upgrade Readiness, o serviço que agora inclui o escaneamento para as falhas Meltdown e Spectre, foi criado para descobrir quais os PCs Windows 7 e 8.1 com mais chances de aceitarem um upgrade para o Windows 10. Ele também pode apontar quais os sistemas Windows 10 com mais chances de realizaram upgrade para a próxima atualização da plataforma. O Upgrade Readiness é o único componente do Windows Analytics que usa dados coletados de outras edições do Windows além do Windows 10.

Com essa atualização, o Upgrade Readiness vai mostrar aos administradores e gerentes de TI se o software antivírus de um PC é compatível com as atualizações do Windows que a Microsoft liberou no mês passado para proteger melhor o sistema contra os exploits. (Para quem não lembra, a Microsoft adotou uma medida até então inédita de exigir que os usuários tivessem atualizado seus antivírus nos PCs para poder baixar os updates de segurança contra as falhas de CPU em questão.)

Para empresas que ainda precisam aplicar de forma ampla as atualizações de segurança do Windows contra o Meltdown e o Spectre, esses insights fornecidos pelo serviço da Microsoft serão de grande valor.

O Upgrade Readiness também irá identificar agora os sistemas que instalaram de forma bem-sucedida os updates do Windows contra as falhas, assim como os PCs que tiveram a atualização desabilitada – uma medida temporária disponível para o setor de TI – e fornecerá informações sobre os updates de firmware da Intel adicionados às máquinas.

Como as vulnerabilidades Meltdown e Spectre existem na CPU dos PCs, as atualizações de firmware acabam por ser a melhor defesa contra o problema (além de substituir o processador por um que não seja afetados pelos bugs, é claro). Inicialmente, o Upgrade Readiness vai rastrear apenas os updates da Intel, mas Myerson destacou que a ferramenta adicionará dados de outras fabricantes parceiras de CPU à medida que eles forem disponibilizados para a Microsoft.

Share This
× Como posso te ajudar?