❝ Vá sempre além do que é esperado ❞

Disney retira “Fox” do nome de seus novos estúdios de cinema

Disney retira "Fox" do nome de seus novos estúdios de cinema
20 jan 2020

A mudança adotada pela Disney envolve as marcas dos estúdios 20th Century Fox e Fox Searchlight Pictures


Quase um ano após oficializar a compra da Fox, a Disney começa a atualizar o nome de empresas envolvidas no negócio. Elas perderam o nome de sua antiga proprietária, como já era esperado, e suas novas marcas serão exibidas em breve em novas produções.

A Disney mudou o nome da 20th Century Fox, que passou a se chamar 20th Century Studios. A medida também chegou na Fox Searchlight Pictures, que será chamada de Searchlight Pictures e, inclusive, já alterou o final dos e-mails de seus funcionários de “@fox.com” para “@searchlightpictures.com”.

O objetivo da atualização parece ser evitar confusões entre as empresas que foram compradas e as que permaneceram com sua antiga dona. Com a venda de algumas propriedades para a Disney, criou-se a Fox Corporation, que detém marcas nos EUA como Fox News, Fox Sports e o canal aberto Fox.

Disney retira "Fox" do nome de seus novos estúdios de cinema

 

Os novos logos de estúdios adquiridos pela Disney aparecerão pela primeira vez em filmes que estrearão nas próximas semanas. O da Searchlight Pictures será exibido em Downhill, que estreia nos EUA em 26 de janeiro, e o da 20th Century Studios aparecerá em Call of the Wild, a ser lançado em 21 de fevereiro.

E, apesar dos novos nomes, a Disney não mudará a identidade das marcas de forma drástica. A 20th Century Studios, por exemplo, seguirá com sua já conhecida abertura, que terá apenas a alteração no nome do estúdio.

A Disney ainda não decidiu o que fará com outras marcas que comprou e que ainda carregam o nome da antiga dona, incluindo as produtoras 20th Century Fox Television e Fox 21 Television Studios. Pelo fato de suas marcas não serem tão conhecidas pelo público, elas poderão seguir sem mudanças.

A compra da Fox pela Disney levou meses para ser concretizada e terminou com um investimento de US$ 71,3 bilhões. Além das divisões de cinema e de TV, o acordo envolveu canais por assinatura Fox, National Geographic e FX, redes de TV por assinatura na Índia e o controle do serviço Hulu.

 

 

Share This
× Como posso te ajudar?