❝ Vá sempre além do que é esperado ❞

Rede anônima Tor torna-se mais segura

Rede anônima Tor torna-se mais segura 1
07 nov 2017

O termo “deep web” ficou associado a atividades ilícitas nesta parte oculta da internet. No entanto, ela pode ser bastante útil, oferecendo anonimato para ativistas e jornalistas; serviços de e-mail com maior privacidade; e até mesmo acesso ao New York Times e Facebook.

Para entrar na deep web, é preciso instalar uma ferramenta especial chamada Tor. Ela está recebendo algumas atualizações para garantir o anonimato de seus usuários.

Rede Tor

Rede Tor

Basicamente, a rede Tor redireciona seu tráfego através de diversos computadores, para que o outro lado da conexão não consiga identificar você. Tor é sigla para “The Onion Router”; ele é comparado a uma cebola (onion) porque cria uma série de camadas para esconder sua identidade do resto do mundo.

No entanto, o protocolo onion tem algumas brechas de segurança que a próxima geração — chamada de v3 — pretende resolver. O sistema de diretório, que ajuda a redirecionar seu tráfego, foi reprojetado para evitar ataques hacker e vazamentos de informações. A criptografia também foi aprimorada.

Os responsáveis pelo Tor também planejam adicionar outros recursos no futuro, como estatísticas de acesso, melhores algoritmos de proteção, roteamento de latência mista, e até mesmo suporte a blockchain.

Isso deve demorar um pouco, no entanto. Na verdade, o sistema antigo continuará sendo a opção padrão “enquanto os usuários migram para a próxima geração, e resolvemos bugs e preparamos os recursos”, explica George Kadianakis, da equipe Tor.

Você pode testar essa nova geração baixando o Tor Browser em alpha. Quase 3 milhõesde pessoas usam a deep web, seja para divulgar informações privadas através do SecureDrop; driblar a censura em determinados países; realizar transações envolvendo blockchain e criptomoedas… e também praticar atividades ilícitas.

Share This
× Como posso te ajudar?